O ADEUS É INTERROGAÇÃO (E RETICÊNCIAS)…

19a56458ffcbe5201a2c10f7e07f07d4

Mais difícil que dizer adeus, é manter esse adeus. O adeus não prevê a intensidade da saudade que virá e muito menos por quanto tempo a falta se estenderá. O adeus é vazio e representa um ponto final. Mas a vida é muito mais complexa do que pontos finais. Adeus é ao mesmo tempo a dureza incômoda da interrogação e é também as conflitantes e controversas reticências. Adeus é seguir mesmo sem saber. Sem saber se o amor deixará de existir, se a dor da falta nos dará trégua, se o coração acabará por se acalmar. Adeus é um tiro no escuro que a gente espera desesperadamente que acerte o alvo. O alvo do adeus é o esquecimento. Mas é tudo tão incerto e não há garantias como aquelas que nos oferecem quando compramos um smartphone novo. O adeus é se apoiar na razão, aliás, é muito mais do que isso, adeus é apostar na razão, mesmo sabendo que a qualquer hora o coração pode pôr tudo a perder, ou a ganhar, ao trair o nosso propósito inicial e tentar reverter a decisão que até então era a mais acertada.

Nat Medeiros

Fonte da Imagem: Pinterest

Anúncios

QUEM MANDOU EU SER INTENSA?

8c266c0af6e84b6e58480c68464448aa.jpg
Quem mandou eu ser intensa?
Vou te amar até cansar
Vou te olhar até a sua alma eu enxergar
Vou me declarar até ficar rouca
Quem mandou eu ser intensa?
Vou ser sempre a que mais vai se entregar
E talvez, na sua vida, serei a louca
Quem mandou eu ser intensa?
Vou ver você se afastar
Vou chorar até secar
Deixar a lágrima morrer na boca.
Quem mandou eu ser intensa?
Vou acabar por conformar
De você vou olvidar
E talvez um dia eu possa amar sem ter que me questionar: Quem mandou eu ser intensa?

Nat Medeiros

Fonte da imagem: Pinterest

PRECIPÍCIOS

8d28dfd5b1e331c36cecf7b8580ea1c5

Tenho alguns precipícios dentro de mim que vez em quando vêm à tona.

É quando a tristeza fala mais alto do que o entusiamo.

É quando a vontade de me isolar é maior que a vontade de me integrar.

É quando o brilho dos olhos se tornam opacos.

É quando as cores se vestem de cinza.

Tenho alguns precipícios dentro de mim e vez em quando eles me cercam me enchendo de medos.

É quando a força cede lugar à resignação e quando a visão só enxerga abismos.

É quando a  crença dá lugar à descrença.

É quando o Sol se apaga, transformando a luz em escuridão.

Tenho alguns precipícios dentro de mim e vez em quando ando à beira deles.

É quando o sonhos desistem de sonhar.

É  quando o Amor desiste de amar.

Precipícios nos paralisam por um motivo: pra que a gente possa juntar forças pra mudar o que nos aflige.

Precipícios não podem ser evitados. Não se pode fingir que um precipício não está ali.

Precipícios nos requerem mergulho e coragem.

É preciso ouvir o que eles nos dizem, sentir o que eles nos trazem.

Precipícios são a chave de uma mudança que há muito tempo vem sendo protelada.

Precipício é limite. É divisor de águas.

Eu estou vivendo meu precipício pra renascer depois.

Nat Medeiros

Fonte da Imagem: Pinterest

O COTIDIANO NÃO TEM NÓS DOIS

951dbf26dcfd765e092762a158f04549

 

O único presente que vejo é o que está no jornal ou no folhetim

O céu está nublado e aquele tempo entre nós se torna passado

O futuro é anunciado e rima facilmente com o fim

Entre notícias de crise política e econômica, o meu coração se fecha.

Tudo parece tão cinza lá fora e não difere do que há dentro de mim.

Não há motivos para tentar agora, pois agora só existe “Não” onde há tão pouco tempo havia “Sim”

Eu deixo o tempo passar, o céu mudar de cor, a lua mudar de fases sem que eu tente novamente.

Eu deixo você se afastar, eu me deixo silenciar, eu desisto de lutar por um “Nós” diariamente.

O cotidiano não tem nós dois.

Nat Medeiros

Fonte da Imagem: Pinterest

O FIM É O RECOMEÇO

1aac073ac46ee9ba34db40c5da1b901a

 

O tempo passou e anunciou o final

De nós dois eu não tenho mais o que esperar

 

Eu decidi que vou manter na memória somente os melhores momentos

Eu aceito o final mas não é nele que eu penso quando fecho os olhos

Eu aceito esse frio mas não é nele que eu penso enquanto ardo

Eu aceito o seu silêncio mas não é ele que escuto enquanto viajo

Sim, simplesmente fim…

Mas se nem mesmo o começo é eterno. Por que seria eterno o final?

O fim é o que vem antes do recomeço

O recomeço é o que vem antes de um novo lugar

Andando em passos lentos, eu sei que agora esqueço

Esqueço o que não deu certo, e guardo apenas o bem dentro de mim

Andando em passos lentos, eu sei que agora sou livre

Estou começando um novo começo

Estou cada vez mais distante do fim.

 

Nat Medeiros

Fonte da Imagem: Pinterest

VOCÊ JÁ SE APAIXONOU E SOUBE QUE AQUELA HISTÓRIA ERA IMPOSSÍVEL?

b5a3b668ec1c849cb2157d657f778435

-Você já se apaixonou e soube que aquela história era impossível? Como foi continuar vivendo depois disso?

-Uma sucessão de fracassos. – respondi. – Os melhores dias eram aqueles em que eu conseguia me convencer de que era melhor não estarmos juntos, pois éramos parecidos demais ou diferentes demais e que um relacionamento entre nós significaria terque ir para o inferno algumas vezes e eu já não sabia quantas vezes do inferno eu seria capaz de voltar.

No final das contas, o amor continuava sendo uma coisa bonita no começo e com drama barato no final.

Nat Medeiros

Fonte da Imagem: Pinterest

 

SOL E LUA

fe275d5c29948611ff2ebe6f5c7d53cb

Ela é Sol…

Não desses Sóis que brilham, ofuscam e cegam.

Ela é um Sol que ilumina porque compartilha a sua luz

Ela é um Sol que aquece, e quando está perto eu me aqueço também.

 

Ela me surpreende pela coragem justamente no momento em que eu tenho medo

Ela me surpreende pelo medo exatamente no momento em que eu tenho coragem.

 

Como fazer o dia encontrar a noite?

Como fazer o Sol encontrar a Lua?

 

Só mesmo naqueles raros momentos que duram pouco mais que um segundo

Há a hora exata de começar, a hora exata de acabar

E no entanto, mesmo durante a noite, a sua luz continua em mim…

 

Entre nós, relógios e estradas

Entre nós, segundos e semanas

 

Depois de um tempo na escuridão, a gente sempre quer que o Sol fique um pouco mais

Que a luz ilumine e aqueça sem o limite do tempo

Mas, inevitavelmente, o Sol precisa iluminar outros lugares

A noite vem outra vez mas a Lua agora está na fase em que se ilumina

Eu me ilumino com o que consegue ficar mesmo na distância…

Eu me ilumino com o que ela me passou na presença.

 

Enquanto o Sol se vai, a Lua permanece

Enquanto a Lua se esconde, o Sol transcende

Parece impossível e talvez o seja realmente

Mas há algo que ninguém sabe:

Sol e Lua têm o mesmo nome

 

Nat Medeiros

O FIM É O RECOMEÇO

b4a744b01e742c0b132793804dab20eb

O tempo passou e anunciou o final

De nós dois eu não tenho mais o que esperar

Já não somos os mesmos

Já não nos falamos

Já não nos tocamos

Já não nos compreendemos

Mal sabemos quantos foram os erros

Se é que eles realmente existiram

Eu decidi que vou manter na memória somente os melhores momentos

Eu aceito o final mas não é nele que eu penso quando fecho os olhos

Eu aceito a sua frieza mas não é nela que eu penso enquanto ardo

Eu aceito o seu silêncio mas não é ele que escuto enquanto viajo

Sim, simplesmente fim…

Mas se nem mesmo o começo é eterno. Por que seria eterno o final?

O fim é o que vem antes do recomeço

O recomeço é o que vem antes de um novo lugar

Andando em passos lentos, eu sei que agora esqueço

Esqueço o que foi ruim, e guardo apenas o bem dentro de mim.

Andando em passos lentos, eu sei que agora sou livre

Estou começando um novo começo

Estou cada vez mais distante do fim.

Nat Medeiros

Fonte da imagem: Pinterest

VOCÊ QUEBROU MINHA SOLIDEZ

2fa8624581fab684f2c563a8299edc05

Não sou mais a mesma. Pouco restou de quem eu era. Essa foi a única certeza que ficou de todo esse tempo, que foi pouco tempo, mas pra mim foi suficiente para me mudar de um estado a outro. Eu que pensei até poucos meses atrás que eu era sólida. Ainda te disse: “como uma rocha, e uma rocha quando se quebra, se parte em mil pedaços”.

Mas você e todo o seu comportamento vieram para contestar a minha verdade absoluta, a minha solidez inquestionável. Mal sabia eu que logo após me partir em mil pedaços eu me tornaria líquida. Líquida quando nossos corpos se fundem. Líquida quando não sei resistir. Líquida quando não escondo meus sentimentos e eles escapam pelas minhas mãos, pelos meus olhos, pelo meu corpo, pelos meus textos.

As palavras que tentei guardar dentro de mim também se tornaram líquidas e escaparam por meus lábios, logo em seguida se tornaram líquidos que desceram pelos meus olhos e se espalharam por minha face, por meu travesseiro e por tudo aquilo que eu mantinha seco, intocável e seguro. Como o meu coração.

Não há melhor palavra para me definir nesses últimos tempos: Líquida. E até o meu cérebro se torna líquido com a confusão de pensamentos que você me causa. Líquido é aquilo que se contorna, se desdobra, se entrega, não resiste. Pela primeira vez, eu fui líquida. Líquida, tentando entrar em você de alguma forma, de qualquer forma. Mas mal sabia eu o quanto você era sólido. De uma solidez que não se quebra, de uma solidez que não se entrega, de uma solidez que não se atinge, de uma solidez que nem mesmo se aproxima. Não de mim.

E a verdade é que diante da confissão dos meus sentimentos até mesmo o seu silêncio foi sólido, partindo e dilacerando tudo aqui dentro de mim… Mesmo eu sendo tão líquida… Líquido não se quebra mas eu me quebrei.

Mas como lamentar tudo isso? A minha dureza foi quebrada, a minha aparente frieza foi desmascarada. Eu mostrei quem realmente sou e talvez pela primeira vez eu tenha sido coerente com os sentimentos que se passam aqui dentro. Falar pra você do meu gostar, do meu querer, foi inédito e não me diminuiu: na verdade muito me acrescentou. Foram barreiras superadas, obstáculos que antes eu julgava intransponíveis. Pela primeira vez eu não me envergonho da minha fragilidade, pela primeira vez eu não me envergonho do meu sentir.

E mesmo o seu silêncio ter sido sólido, expondo ainda mais a minha liquidez, esse texto é mais sobre os meus ganhos. Esse texto é mais sobre o meu sentimento e a minha capacidade de me desnudar. Os passos que eu dei em direção ao meu melhor lado nenhuma indiferença poderá tirar. Hoje, sem dúvidas, eu sou melhor que ontem.  E mesmo eu tendo a certeza de que eu merecia receber mais do que o silêncio (ou um emoticon assustado) como resposta à minha confissão, eu te agradeço por ter me transformado de sólida a líquida. Eu mais ganhei do que perdi. E isso eu vou levar comigo.

Líquido é o meu novo estado preferido. E que nenhum gelo ou frieza me transformem em sólida novamente.

Autora: Nat Medeiros

Meu texto foi originalmente publicado em: Você quebrou minha solidez

Fonte da Imagem: Pinterest

ELE PRA MIM É MISTÉRIO

e7f3341db2d3cad9c852413d283a3ab8

Ele é o cigarro que eu trago mas eu não fumo

Ele é a bebida que me entorpece mas eu não bebo

Ele é o ar das manhãs, que eu respiro mas eu não vejo

Ele é o ar das tardes, quente, intenso, que me toma

Ele é o ar das madrugadas, frio e úmido e me abandona

 

Ele me faz querer escrever de poesia a prosa

Ele invade todas as músicas que ouço

Todos os sonhos que sonho

E os pesadelos também

 

Eu me pergunto até quando vou viver nessa tormenta

Se eu soubesse todas as verdades sobre ele

Talvez eu já teria rasgado esse poema

Mas ele pra mim é sempre um mistério

Que eu insisto em tentar decifrar

Em vão.

 

Nat Medeiros